Notícias



30/01/2019
PROPOSTA ALTERA LEI DE RESÍDUOS SÓLIDOS E DÁ INCENTIVOS PARA GERAÇÃO DE ENERGIA EM ATERROS


Aguarda designação de relator na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) o projeto de lei que estabelece estímulos para a produção de biogás, biometano e energia elétrica a partir do aproveitamento de resíduos sólidos em aterros sanitários.


O PLS 302/2018 será analisado pela Comissão de Meio Ambiente (CMA) depois de passar pela CI.


A proposta altera a Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305, de 2010) para incluir a elaboração e execução de projetos de aterros sanitários que contemplem a geração de energia elétrica entre as iniciativas que podem ser atendidas por linhas de financiamento do poder público. Além disso, permite que empresas dedicadas a gerar energia a partir do aproveitamento dos resíduos sólidos em aterros sanitários possam receber incentivos fiscais da União, do estado ou do município.


O PLS 302/2018 também altera a Lei 10.865, de 2004, para que a energia elétrica gerada a partir de resíduos sólidos em aterros sanitários fique isenta do recolhimento de tributos (como Pis/Pasep e Cofins) incidentes sobre a receita bruta decorrente da sua venda no mercado interno.


Para o autor do projeto, o aproveitamento de resíduos sólidos em aterros sanitários traz benefícios como a eliminação de agentes nocivos para a saúde da população, geração de energia próxima aos locais de consumo e redução da emissão de gases que causam o chamado efeito estufa.


Informações: Agência Senado



Fonte:ProfResíduo




(16) 3406-6864 - (16) 99266-9858

ecolixo@ecolixo.com.br

Av. Ministro Rui Barbosa, 1798

Vila Rezende Franca - SP

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS


CLASSE I (Perigosos) - CLASSE II (Não Inertes)

SAIBA CONTRATAR